Como o CBD mudou os jogos olímpicos de Tokio 2020

Como o CBD mudou os jogos olímpicos de Tokio 2020 Leave a comment

Sabias que a edição de Tokio 2020, pela primeira vez na história, os atletas participantes dos Jogos Olímpicos puderam beneficiar das propriedades da Cannabis medicinal regulamentada pela Agência Mundial Antidopagem (WADA)?

Foi no ano de 2018 que o órgão responsável pela regulamentação das substâncias permitidas aos atletas retirou o CBD da lista de substâncias proibidas e assim medicamentos contendo canabidiol puderam ser receitados para controlar a dor e auxiliar na recuperação dos atletas profissionais nos jogos olímpicos de TOkio 2020, pela primeira vez na história.

👉 O principal motivo para isto ter acontecido foi o cannabidol, mais conhecido como CBD, que tem propriedades anti-inflamatórias, relaxantes e analgésicas!

👉Canabidiol (CBD) não é mais considerado doping desde 2017 e, por isso, uma alternativa terapêutica aos atletas de alto rendimento que disputam a competição. Como o canabidiol também tem ação anti-inflamatória, muitos atletas estão a substituir o corticoide, que é considerado doping pela Wada, pelo canabidiol.

Em relação ao bem-estar, os relatos dos próprios atletas são de que o canabidiol isolado diminui a ansiedade, melhora o sono. Muitos relatam que [o CBD] atenua um pouco a dor, inclusive durante a competição ou pós-treino

🍀Pesquisas cada vez mais indicam que o canabidiol, também conhecido como CBD, tem muitos benefícios terapêuticos e holísticos para a saúde. Ele atua como um inflamatório natural, aumenta o metabolismo, ajuda a controlar o estresse e até promove uma boa noite de sono.

🍀 Os cremes e óleos estão entre as formas preferidas pelos atletas de tomar o seu CBD é assim melhorar a sua performance 👇

👉 Escolha o bem estar como estilo de vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *