Como o CBD pode ajudar contra a Covid ? Leave a comment

Os efeitos colaterais do covid estão
a ser descobertos ao longo desta pandemia,
o que pode atrasar tratamentos e também o próprio diagnóstico.
O que acontece muitas vezes é que mesmo depois de receberem alta, algumas
pessoas que estiveram infetadas continuam com complicações em diversos órgãos e
funções corporais e precisam de acompanhamento contínuo, a chamada Covid longa.
Mas como o CBD pode ajudar contra a covid, mesmo depois de quem esteve
infetado já estar supostamente “curado”?

Segundo o coordenador de uma pesquisa que investiga os efeitos do uso de
canabidiol (CBD) – cannabis medicinal – em pacientes que estão prestes a
iniciar a fase 3, com testes em voluntários humanos – Edimar Bocchi, professor
da Pós-Graduação da Faculdade de Medicina (FM) da USP e cardiologista do
Instituto do Coração (InCor) do Hospital das Clínicas, o foco era pacientes com
insuficiência cardíaca.

Segundo o coordenador Bocchi, o medicamento
foi testado – e com sucesso – em outras condições que apresentam semelhanças
com a infecção, como dor crônica e pós cancro. Por isso, as expectativas dos
especialistas para a eficácia do tratamento são bastante altas.

Como
funciona o CBD?

CBD ou canabidiol é um dos ativos da Cannabis sativa, o qual é estudado
pela medicina por ter já evidências que já comprovadas da sua eficácia contra
diversas doenças,
como esclerose múltipla, dores crônicas, epilepsia e até depressão.

A planta age contra quadros inflamatórios graves e é por isso que a equipe
da USP quer usar em quem sofre com a Covid longa, que pelos testes já efetuados,
tem altas probabilidades de ter um forte sucesso.

Desta forma , o CBD ganha mais um super poder, tendo também alta eficácia na
recuperação e tratamento da covid longa, esta é a forma
como o CBD pode ajudar contra a covid !

Se teve a infelicidade de ser infetado pela covid, ou se por outro lado deseja ter bem-estar como estilo de vida, conheça agora o melhor óleo cbd para si, clique no botão em baixo da imagem agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *